MUDANÇA DE ORIENTAÇÃO PARA LANÇAMENTO DE ATIVIDADES É ABSURDA E ILEGAL.

O Sintepp tomou conhecimento das “novas” orientações quanto ao lançamento de atividades, que foram apresentadas faltando poucos dias para o início do recesso, e desde o dia 11/01 (segunda) buscou-se retorno com a secretaria de educação, sendo respondida apenas hoje (14/01) a solicitação de reunião, confirmada apenas para o dia 18/01 (próxima segunda-feira), em que dentre as pautas está essa situação dos relatórios.

Essas contínuas mudanças de orientação feitas pela SEDUC, além da diversidade de “interpretações” de Use’s e Ure’s, têm prejudicado continuamente o trabalho docente, chegando ao absurdo de se cobrar duas, ou até mais vezes, pela mesma atividade.

Isso só demonstra a falta de interlocução e diálogo com nossa categoria, seja através de nosso sindicato, seja diretamente se ouvindo trabalhadores/as em educação nas escolas, indicando um aprofundamento de uma postura autoritária da secretaria de educação estadual.

A plataforma apresentada pela SEDUC para o lançamento das atividades deveria ser orientada apenas para o próximo ano letivo, respeitando todo esforço já dispensado por professores/as no lançamento das atividades com base nas orientações anteriores, garantindo inclusive que seus recessos não sejam consumidos com trabalho, o que tornaria tal orientação ilegal.

Além do fato de que a maioria dos relatórios já havia sido entregue, a SEDUC desconsidera o fato de que essa cobrança, absurda para este momento, chega de maneira desigual, com informações desencontradas nas escolas e nas diversas regiões do estado, sendo que as atividades já entregues não podem ser incluídas na referida plataforma de uma única vez, sendo obrigatório que as atividades sejam lançadas uma a uma o que não deve ser aceito por nossa categoria, levando inevitavelmente, a que se obriguem esses/as trabalhadores a usar parte de seu recesso com atividades.

Nossa categoria DEVE se opor a essa obrigatoriedade, NÃO alimentando a referida plataforma em pleno recesso, garantindo sim a conclusão de entrega das atividades com base naquilo que foi iniciado por orientação da própria secretária, que por si só já foi desafiador, por conta da dificuldade de retorno por parte dos educandos, seja pela falta de conectividade, ou pela dificuldade de entrega das atividades remotas, o que impôs a muitos/as o lançamento de atividades que não foram a contento desenvolvidas e que, certamente, deixará um grande prejuízo pedagógico aos nossos discentes.

Por fim, o RECESSO deve acontecer de maneira unificada a partir desse dia 15/01 (sexta), e é fundamental que nossa categoria possa usá-lo para recarregar energias, reduzir as tensões, e se preparar para um ano de muitos desafios educacionais e de luta em nosso estado.

Coordenação Estadual

© Copyright SINTEPP

Desenvolvido por Netozip

Receber informativos exclusivos

Cadastre-se para receber nossos boletins informativos, aviso de lives e reuniões do SINTEPP

Também não gostamos de SPAM, fique tranquilo, seus dados estão guardados de forma segura e utilizaremos exclusivamente para enviar nossas novidades.