Executiva Belém

Zenaldo_duciomar“O novo já nasce velho”. Campanha Belém

Novo governo, velhas práticas! Apesar de pouco tempo à frente da PMB, não há nada de novo na administração do atual alcaide de Belém, Zenaldo Coutinho, que tem como perspectiva  implementar na SEMEC a mesma política tucana de ataque aos direitos dos trabalhadores (as) em educação utilizada na SEDUC pelo seu “padrinho” Jatene. Com isso, a velha prática se arrasta na atual administração: insensibilidade e autoritarismo exacerbado; práticas reprovadas pelos trabalhadores (as) em educação que tiveram seus direitos ceifados pelo famigerado Duciomar Costa, aliado do atual prefeito na corrida à prefeitura de Belém.

Com o slogan de campanha, baseada nos três “S” saúde, segurança e saneamento, o prefeito “Z”, esquece que educação não é com “S” ou deliberadamente deixa de fora a educação como prioridade de seu governo. Na negociação da campanha salarial, a categoria vai exigir que a educação seja incluída na pauta do dia, como prioridade.

Houve muita inoperância por parte da nova Secretária de Educação Nely Rocha,  em não atender os vários chamados do SINTEPP de imediato, o que demonstra pouca disponibilidade ao diálogo: mesma postura do governo passado. Os (as) trabalhadores (as) em educação não aceitaram a arrogância dispensada nas campanhas salariais anteriores, onde Duciomar mostrou-se extremamente despreparado para tratar de assuntos sensíveis como as questões educacionais, mesmo tendo como secretária uma professora com vasta experiência em docência, porém, péssima em administração e trato humano. Por isso, o Sindicato toma a dianteira e marca a primeira audiência para iniciar as negociações da campanha salarial de 2013 e debater questões como Piso Salarial, Jornada de Trabalho, PCCR Unificado, Profissionalização dos Trabalhadores em Educação, Gestão Democrática, Auxílio Alimentação, Vale-transporte e muito mais.

A nova administração começa em débito com os trabalhadores em educação. “Inicia muito mal Zenaldo Coutinho, começa não realinhando os salários pelo mínimo nacional, não paga o Piso Salarial conforme estabelece a lei, não está pagando o vale-alimentação e o vale-transporte. Exigimos respeito” comenta Maurílo Estumano, Coordenador da Executiva Belém do SINTEPP. “Lembramos que o novo valor do Piso Salarial é de R$ 1.567,00.  Não adianta burlar a lei e tentar enganar os (as) trabalhadores (as), o prefeito tem que pagar conforme estabelece a Lei do Piso e o sindicato vai cobrar onde for necessário a reparação”, dispara Aldo Rodrigues, Coordenador da Executiva Belém.

Para isso, a participação na primeira Assembleia Geral da categoria é fundamental para termos êxito na campanha salarial que se inicia. Será dia 21 de fevereiro de 2013, às 16 horas no Centro Social de Nazaré. Compareça! Leve sua proposta de pauta para ser apresentada ao Governo Zenaldo Coutinho. Por parte da Executiva Belém, não haverá trégua caso Zenaldo seja uma cópia da administração passada. Aos (as) trabalhadores (as) em educação da Rede Municipal cabe o empenho na defesa e conquistas de direitos, atendendo ao chamado do sindicato. Só juntos e mobilizados conseguiremos barrar a falta de valorização profissional na Rede e o descompromisso com a educação em Belém.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *