Nota de solidariedade Sintepp Santa Bárbara – Thaís Rodrigues e Mauricio Souza

Nota de solidariedade – Thaís Rodrigues

O prefeito de Santa Bárbara do Pará mais uma vez tenta calar a classe trabalhadora da Educação, movendo ação jurídica contra a Profª. Thaís Cristina Rodrigues, acusando-a por injúria ao dizer “cansada de sermos feitos de palhaços por esse energúmeno”. O ocorrido deu-se no grupo de WhatsApp “Prof. Fund. SB”.

Todavia, a decisão do Tribunal de Justiça do Pará (TJPA) foi favorável à professora e negou o prosseguimento da ação, entendendo que a rejeição liminar da queixa-crime por ausência de justa causa é a medida que se impõe, pois crimes contra a honra exige-se a demonstração mínima do intento positivo e deliberado de ofender a honra alheia.

A petição conta com a participação de dois servidores como testemunhas. É lamentável o papel prestado contra a classe educacional.

Nota de solidariedade – Maurício Souza

Mais um companheiro foi processado pelo prefeito de Santa Bárbara do Pará. É nítida a intenção de atingir o coletivo.

A ação de queixa- crime por difamação desta vez é contra o Prof. Maurício Fábio Souza, que expôs indignação por está com seus direitos trabalhistas violados. O ocorrido deu-se no mesmo grupo de WhatsApp denominado “Prof. Fund. SB”.

A decisão do TJPA foi a mesma deliberada para a reclamação contra a Profª. Thaís Rodrigues: favorável ao professor, com o Tribunal negando o prosseguimento da ação, entendendo pela rejeição liminar da queixa-crime, por ausência de justa causa é a medida que se impõe, pois crimes contra a honra exige-se a demonstração mínima do intento positivo e deliberado de ofender a honra alheia.

Os profissionais da Educação estão realmente cansados de ver tantas irregularidades na educação de Santa Bárbara. Atualmente os educadores deveriam estar sendo remunerados com a quantia de aproximadamente R$ 4.000,00 (considerando o piso salarial profissional nacional, a interiorização para aqueles que têm direito, as pós-graduações, os vales transporte e alimentação) recebemos, porém, nessa projeção R$1.700,00 a menos, além de outras irregularidades que estão em trâmite no judiciário.

Prefeito, não nos calaremos diante desta triste situação! O jurídico do Sintepp será acionado sempre que precisamos.

O SINTEPP SOMOS NÓS, NOSSA FORÇA E NOSSA VOZ! NÃO NOS CALARÃO!

Coordenação Subsede Sintepp Santa Bárbara do Pará

© Copyright SINTEPP

Desenvolvido por Netozip

Receber informativos exclusivos

Cadastre-se para receber nossos boletins informativos, aviso de lives e reuniões do SINTEPP

Também não gostamos de SPAM, fique tranquilo, seus dados estão guardados de forma segura e utilizaremos exclusivamente para enviar nossas novidades.