Nota de solidariedade aos Trabalhadores da Educação de Belém em Greve

A Coordenação do Sintepp Estadual vem expressar sua solidariedade aos/as Trabalhadores/as da Educação do município de Belém que tiveram seus salários descontados pelos dias parados no exercício democrático de recorrer à Greve, para que se garanta o realinhamento do salário base pago ao valor do salário mínimo nacional.

O desconto dos dias parados dos que lutam, especialmente aos que ganham tão pouco, deve ser repudiado, pois configura-se como uma prática anti-sindical contra nossa categoria.

Essa atitude não dialoga com os pressupostos de um governo que se reivindique progressista, e em nada contribui para que uma saída desse impasse seja alcançada.

O direito constitucional de greve, previsto em nossa Constituição (art. 9º e 37º) não pode ser atacado. Em uma democracia compete aos/ trabalhadores/as a decisão de exercê-lo. Aplicar faltas é penalizar este direito.

Sendo assim, prestamos nossa solidariedade aos/as Trabalhadores/as em Educação atingidos/as por essa medida e reiteramos que todo apoio continuará sendo dado por esta Coordenação Estadual.

Cobramos da prefeitura, através do prefeito Edmilson Rodrigues, para que se reveja esse desconto absurdo e que se reabra a negociação para que se avance na pauta e na garantia de direitos.

© Copyright SINTEPP

Desenvolvido por Netozip

Receber informativos exclusivos

Cadastre-se para receber nossos boletins informativos, aviso de lives e reuniões do SINTEPP

Também não gostamos de SPAM, fique tranquilo, seus dados estão guardados de forma segura e utilizaremos exclusivamente para enviar nossas novidades.