Moção em apoio à greve dos trabalhadores em educação do Amapá

O Sindicato das Trabalhadoras e Trabalhadores em Educação Pública do Pará (Sintepp) manifesta seu apoio e solidariedade à greve dos trabalhadores em educação da rede pública de ensino do estado do Amapá e repudia a decisão judicial que busca criminalizar esse legítimo movimento com multa diária de R$ 300,00 ao Sindicato dos Servidores Públicos em Educação do Amapá – Sinsepeap.

A greve é um direto conquistado pela classe trabalhadora a duras penas e a decisão do tribunal amapaense fere o direito de greve com justificativas de que a “educação é um direito fundamental e que deve ser garantido por ser um serviço essencial”.

Já vivemos situação parecida em nossa luta em defesa da educação pública no estado do Pará e consideramos essa medida um ataque contra os trabalhadores e professores que vêm acumulando perdas salariais ao longo de cinco anos e ainda foram surpreendidos com a proposta de reajuste zero para o ano de 2019 do governo de Waldez Góes (PDT).

Manifestamos nosso repúdio a essas atitudes do governador e do judiciário amapaense contra o os educadores e apoiamos integralmente a greve como principal instrumento de luta pelos direitos destes trabalhadores.

  • Todo apoio a greve dos educadores amapaenses!
  • Abaixo a criminalização do movimento!
Coordenação Estadual Sintepp – Sindicato das Trabalhadoras e Trabalhadores em Educação Pública do Pará.

© Copyright SINTEPP

Desenvolvido por Netozip

Receber informativos exclusivos

Cadastre-se para receber nossos boletins informativos, aviso de lives e reuniões do SINTEPP

Também não gostamos de SPAM, fique tranquilo, seus dados estão guardados de forma segura e utilizaremos exclusivamente para enviar nossas novidades.