Ex-ministro Milton Ribeiro e pastor ligado a Bolsonaro, envolvidos em corrupção no MEC, são presos

A Polícia Federal realizou na manhã desta quarta-feira (22) a prisão do ex-ministro de Educação Milton Ribeiro e do pastor Gilmar Santos, pela participação no “balcão” de negócios no Ministério da Educação e na liberação de verbas do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE).

A PF busca cumprir o mandado de prisão do também pastor Arilton Moura e faz busca e apreensão em endereços de Ribeiro e de Santos e Moura, apontados como lobistas do MEC, ligados diretamente a Jair Bolsonaro (PL).

Nada incomuns e cada vez mais constantes são as denúncias que o Sintepp recebe da precariedade e falta de estrutura em nossos ambientes escolares, por isso continuaremos cobrando ações enérgicas do Judiciário e Legislativo na condução da responsabilização legal dos comprometidos em mais este escândalo de corrupção no governo brasileiro.      

© Copyright SINTEPP

Desenvolvido por Netozip

Receber informativos exclusivos

Cadastre-se para receber nossos boletins informativos, aviso de lives e reuniões do SINTEPP

Também não gostamos de SPAM, fique tranquilo, seus dados estão guardados de forma segura e utilizaremos exclusivamente para enviar nossas novidades.