Nota de solidariedade – Greve do Ceará

O Sintepp vem a público se solidarizar com a greve dos trabalhadores em educação do Estado do Ceará, que já perdura a mais de 100 dias. O movimento paredista iniciado em maio tem a legitimidade da luta de uma das categorias mais exploradas do Estado.

A rede pública de ensino cearense reivindica 12,6% de reajuste salarial,  garantia de realização de concurso público, e a revisão da tabela de vencimentos dos funcionários da educação. O reajuste, segundo o sindicato, representa 10,67% de reposição da inflação e 2% de ganho real. No Ceará, são cerca de 13.800 professores efetivos e 10 mil temporários (com informações do Globo.com).

O Sintepp estende sua solidariedade a APEOC, entidade representativa dos educadores cearenses que vem protagonizando a luta pela garantia dos direitos e encarando fortes pressões do judiciário local.

© Copyright SINTEPP

Desenvolvido por Netozip

Receber informativos exclusivos

Cadastre-se para receber nossos boletins informativos, aviso de lives e reuniões do SINTEPP

Também não gostamos de SPAM, fique tranquilo, seus dados estão guardados de forma segura e utilizaremos exclusivamente para enviar nossas novidades.