Com crescimento dos contágios por Covid-19, SINTEPP BJT reivindica suspensão total das aulas

A Subsede do SINTEPP no munícipio de Bom Jesus do Tocantins denunciou o prefeito da cidade, João da Cunha Rocha (PSC).

A coordenação do sindicato em BJT informa que a rede municipal tem neste ano letivo cerca de 300 funcionários, entre efetivos e contratados, e 2.919 alunos.

Deste universo, 52 trabalhadoras estão com coronavírus, em um munícipio que tem menos de 20 mil habitantes.

Para piorar, o prefeito está contratando substitutos para os professores infectados.

As perguntas que ficam: e os estudantes? Até quando a comunidade escolar vai ficar sendo exposta ao risco de novos contágios dentro do ambiente educacional?

Por isso, exigimos a imediata suspensão das atividades escolares na cidade de Bom Jesus do Tocantins!

Geisi Dias

Read Previous

15|04 – Live comemorativa aos 41 anos do Some, 17h

Read Next

Resultado da reunião com a SEDUC (09/04)

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *