Não queremos cortes, queremos mais investimentos

As mobilizações de trabalhadores e estudantes, no dia 15 de maio, impuseram ao governo Bolsonaro um recuo no corte de verbas destinadas à educação publica, em particular nas universidades e institutos federais, que correm o risco de fechar as portas.

Foram milhares, nas ruas de diversas cidades, que se juntaram para dizer não ao fim do ensino público no Brasil e também à reforma da previdência proposta por esse governo, que retira direitos dos mais pobres e transforma a aposentadoria em algo inatingível para a maioria dos trabalhadores.

Mas a luta não pode e não vai parar!

No próximo dia 30 a educação estará novamente nas ruas. Neste dia, a estudantada assume mais uma vez o protagonismo das lutas, chamando o Brasil às ruas e com mais força, para que nossa vitória seja ainda maior. Não queremos menos cortes, queremos uma educação pública de qualidade e isso só será possível com mais investimentos, com respeito à liberdade de pensamento, respeito à diversidade e ao livre debate de idéias.

O SINTEPP chama novamente nossa categoria a se somar nesta luta e participar do ato. Nosso sindicato dará todo o apoio a essa mobilização chamada pelos estudantes para que juntos derrotemos esse governo que quer entregar nossas riquezas, que governa para os ricos e que quer trocar livros por armas.

Esse dia 30 é mais um passo rumo à greve geral, que está sendo chamada para o dia 14 de junho. Aí sim, vamos paralisar o Brasil, contra a reforma da previdência e contra qualquer ataque aos nossos diretos.

  • CONTRA OS CORTES NA EDUCAÇÃO!
  • NÃO A REFORMA DA PREVIDÊNCIA E À SUA PRIVATIZAÇÃO!
  • POR UMA EDUCAÇÃO PÚBLICA DE QUALIDADE, GRATUITA, DEMOCRÁTICA, LAICA, INTEGRAL, DESMILITARIZADA E PARA TODOS/AS!

Atos Públicos – 30 de maio (quinta-feira) no Pará

Altamira – 16h30 – UFPA – Campus 1

Belém – 16h – Praça da República

Bragança – 16h – Praça das Bandeiras

Castanhal – 16h – Praça Matriz. Sarau, 18 – Praça do Estrela

Marabá – 7h30 – Em frente à UNIFESSPA Campus I

Santarém – 17h – Praça da Matriz

Tucuruí – 8h – Praça do Rotery

 

netozip

Read Previous

SINTEPP reúne com governo e cobra o reajuste salarial

Read Next

Zenaldo quer impor 2% de reajuste no salário