Zenaldo e Padovani ameaçam servidores na Escola Bosque

Administração da Escola Bosque quer impor o comparecimento ao trabalho no sábado, 27, alegando obrigação de repor dias que foram letivos. No dia 05 de fevereiro  as aulas foram normais e no dia 15 do mesmo mês a entrada dos funcionários, determinada pela administração, foi às 11h, mas ocorreu aula normal nos turnos tarde e noite.

@luizpinto

Os professores estão sendo ameaçados a comparecer no sábado, em uma suposta “festa de aniversário da escola”, cujo o propósito é fazer uso político da celebração para a promoção pessoal da presidente da Funbosque, Beatriz Padovani e de seu grupo político.

A referida “comemoração” (planejada sem a participação da comunidade escolar) ocorre em meio a tentativa de extinção do Ensino Médio, da superlotação da escola, da descaracterização dos espaços pedagógicos e da perseguição (com transferências e abertura de arbitrários Processos Administrativos Disciplinares/PAD’s) para a demissão de servidores concursados.

netozip

Read Previous

SINTEPP participa de Sessão Especial sobre Educação Pública do Pará

Read Next

Justiça proíbe prefeito de Concórdia de reduzir salários dos Profissionais do Magistério