SUSPENSA A GREVE MUNICIPAL DE IRITUIA

Em assembleia realizada na manhã de 22 de março, os trabalhadores em educação de Irituia (Professores/as) decidiram suspender a GREVE da rede municipal de ensino, manter Estado de Greve e retornar às atividades com alunos a partir de 26 de março (terça-feira).

A decisão se deu para que os educadores esperem os julgamentos das ações judiciais que foram protocoladas pela categoria junto ao TJ-PA e para esperar uma audiência de mediação que o juiz de Irituia se comprometeu em agendar com o governo. Tais ações dizem respeito a redução de salários, atrasos e transferências por perseguição política.

A categoria está fazendo um esforço em suspender o movimento para atender a sociedade irituiense, que tem seus filhos matriculados na rede municipal.

A prefeita de Irituia, de maneira ilegal, impositiva e criminosa tem atacado toda a sociedade com seu interminável pacote de maldades. Mas nós, trabalhadores em educação de Irituia, continuaremos lutando e resistindo, pois governos, sobretudo os incompetentes como o da Prefeita Carmelina Costa, passam rápido, mas nossa luta seguirá sempre!

Por último, informamos que caso não haja avanços em nossa pauta de reivindicações, principalmente no que se refere a redução de salários, a categoria retornará a greve a partir do dia 10.04. Logo está aprovada a PARALISAÇÃO MUNICIPAL para o dia 10 de abril de 2019.

Na tarde de 22.03 uma decisão do desembargo paraense com o mesmo teor de suspensão foi expedido. No entanto, perdeu objeto, pois já havia uma decisão da própria categoria.

Todavia, a decisão da Desembargadora PROÍBE a prefeitura em fazer qualquer tipo de corte de ponto e MARCA audiência de Conciliação para o dia 17 de abril de 2019.

Uma decisão positiva para a categoria, onde a mesma terá a chance de provar que a prefeita de Irituia Carmelina Costa não paga salários em dias desde setembro de 2018 e ainda reduziu salários dos professores, quando acabou com a progressão horizontal.

“OBRIGADO” a gestão municipal por apresentar o problema para o desembargo.

Coord. Geral SINTEPP/Irituia.

netozip

Read Previous

Trabalhadores em educação deliberam pela intensificação das mobilizações e pressão sobre o governo

Read Next

Prefeito e Secretária de educação de Breves na mira do MPPA