Polícia Federal desmonta esquema de desvio de dinheiro da educação

Na manhã de hoje (24) tivemos mais um capítulo na luta em defesa de uma educação pública de qualidade e por valorização profissional de nosso Estado, onde o Sintepp protocolou junto ao Ministério Público do Estado (MPE) e ao Tribunal de Justiça do Estado (TJE) denúncia de desvio de verba pública da educação.

A Polícia Federal (PF) apreendeu cerca de R$100 mil, US$ 1.050 e maconha na residência do radialista Raimundo Nonato Pereira, 53 anos, da MIX FM que se encontra foragido.

A operação da PF, batizada de Operação Lesson, busca desarticular esquema de desvio de dinheiro público em fornecedora de materiais didáticos para prefeituras. Dentre os detidos, está o sr. Alberto Pereira Souza Jr., dono da BR7, a mesma envolvida no escandaloso esquema que embolsaria R$ 200 milhões para fazer um curso itinerante de inglês, onde o governo Jatene|Ana Claudia estava bancando a contratação da mesma para as aulas de inglês, e que foi o Sintepp quem fez as denúncias junto ao TJE.

O radialista Nonato Pereira, que desempenhava o papel de lobista da quadrilha, é considerado foragido da justiça, pois já há um mandato de prisão preventiva. Não é à toa que desferiu tantos ataques contra nossa Categoria. Ele irá responder por associação criminosa e peculato.

Taí o motivo desse sujeito utilizar o microfone do seu programa de rádio para atacar covardemente a direção do nosso Sindicato e constranger as/os trabalhadoras/os em educação em greve, nos chamando de “vagabundos”, justamente aqueles que lutam por uma educação pública de qualidade.

O Sintepp exige explicações da atual secretária de educação – Ana Claudia Hage, do ex-secretário estadual de educação – Helenilson Pontes (PSD), que foi vice-governador de Jatene e seu candidato ao Senado nas eleições passadas, e do próprio governador Simão Jatene (PSDB).

O Sintepp somos nós. Nossa força e nossa voz!

#NãoNosCalarão!

Geisi Dias

Read Previous

ALUNOS DENUNCIAM INFESTAÇÃO DE RATOS E MORCEGOS EM ESCOLA DE MARABÁ

Read Next

Parauapebas: governo descumpre acordo e Trabalhadoras/os deflagram GREVE

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *