24|maio: Assembleia geral unificada dos servidores da PMB

Chegamosao último ano de gestão do prefeito tucano e os moradores de Belém convivem com os mesmos problemas deixados pelo famigerado “Dudu”, ou até pior, os problemas da cidade se avolumaram com a administração Zeraldiana.
Na disputa eleitoral em 2012, Zenaldo Coutinho, candidato do PSDB a prefeito de Belém, destacou-se com um discurso de mudança. Prometeu a população de Belém: os três “S”; o plano viário; a ronda nos bairros e blá, blá, blá e tal!A verdade é dura, Zenaldo mentiu na cara dura!Assim, rapidamente o alcaide tucano ficou conhecido como promesseiro e falastrão, passando a ser rotulado de “Zeraldo”, “Zenoquio”, “Zenada”, “Zeenrolão”, “Zefarsa”.
O gestor tucano vem afundando Belém no caos! O lixo toma conta das esquinas; qualquer chuvinha faz os canais da cidade transbordar; a violência impera na periferia e no centro de Belém; as filas, a falta de médicos e medicamentos, escancaram a precariedade nas unidades de saúde e prontos socorros; o BRT não passa de um corredor expresso de ônibus velhos que só aumentam as estatísticas de atropelamentos na Almirante Barroso;“Z” não construí nenhuma uei, aumentando o déficit de vagas na educação infantil na cidade; as escolas, ueis e upescontinuam com graves problemas de infraestrutura física,a Semec vem fechando turmas do EJA e do turno intermediário, não paga o piso salarial aos seus professores, etc.
Se as perspectivas eleitorais se concretizarem no pleito de outubro de 2016, Zenaldo deixará Belém no final de 2016, abandonada, esburacada, suja, empiores condições que recebeu de seu antecessor, e parceiro político, Duciomar Costa, no ano de 2013. Segundo pesquisa realizada no final de fevereiro/2016, pelo Instituto Doxa: 70% da população belenense na atualidade não votaria no prefeito tucano.
É fato que na administração desastrada de Duciomar Costa, os serviços públicos municipais foram precarizados. Porém, “Zeraldo”, vem sucateando propositalmente os serviços e equipamentos municipais, para que a“formula neoliberal” seja implantada e/ou ampliada; terceirização/privatização dos serviços públicos da PMB.
Outra característica nefasta da prefeitura do PSDB é desvalorização dos servidores municipais: em 2016, o prefeito ainda não reajustou salários e o vale alimentação – algumas categorias nem recebem esse beneficio, como os servidores da Sesma -; a maioria das categorias não possuem planos de carreira (PCCR); a má qualidade do atendimento do PABSS; a insegurança as precárias condições de trabalho nas escolas, unidades de saúde, cras. Zenaldo vem tratando os servidores municipais comomarionetes, manipulando conforme seu interesse e conveniência.
Em audiência realizada no Palácio Antônio Lemos, no dia 10/05/16, entre o prefeito e o fórum de entidades sindicais municipais para debater a campanha salarial unificada dos servidores, o gestor tucano usou a desculpa esfarrapa da crise internacional/nacional para negar todas as reivindicaçõesdos servidores: reajuste salarial/reajuste do vale alimentação/pagamento das perdas salariais/restruturação do PABSS e outros pontos.
O corte de verbas no orçamento, o sucateamento dos serviços públicos, o desrespeito aos cidadãose a desvalorização dos servidores municipais, provocou o fórum de entidades sindicais:Sintepp/Sintesp/Asfunpapa/Assipreb/Agembe/Sigbem/Sindsaúde/Sinaspa/Asfumbel/Assecon/Sintbel/Aslimpu/Assema,a organizar e unificar a luta dos servidores contra a política neoliberal do prefeito “Zé mão de tesoura”. É consenso que não podemos ficar de braços cruzados, assistindo passivamente Zenaldo abrir suacaixa de maldade sobre os serviços e servidores municipais.
Devido a isso, convidamos todos os servidores municipais a participarem da assembleia geral unificada, que ocorrerá no dia 24/05/16, às 17:30 horas, no ginásio da UEPA (Almirante Barroso com a Perebebuí). Vamos discutir e planejar ações para contrapor as medidas espúrias do prefeito “Zeraldo”.Sua participação é importantíssima. Não falte!
“Sonha e serás livre de espírito… luta e serás livre na vida”. Che

AGUINALDO FERREIRA

Read Previous

Baião conquista PCCR unificado

Read Next

Em Prainha, prefeitura atrasa pagamento de salário e revolta servidoras (es)

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *