Servidores (as) estaduais aprovam estado de greve e paralisação nos dias 14 e 15|04

O Fórum de Entidades Sindicais dos (as) servidores (as) públicos (as) estaduais deliberou durante o ato público programado para a manhã desta quarta-feira (6) que não aceita a forma como o governo Jatene/PSDB trata os trabalhadores do serviço público estadual, onde novamente transfere a audiência de negociação, dessa forma, protelando a resposta do governo à pauta de reivindicações dos servidores públicos do Estado.

Diante da falta de respeito do governo com as categorias, os (as) servidores (as) aprovaram estado de greve e apontaram pela manutenção da pauta de reivindicação unificada:

             Reajuste de 30% para este ano de 2016; e correção de 60% de perdas históricas;

             Revogação da lei nº 12/2015, que reformulou o Iasep;

             Reajuste do auxílio alimentação de 50% para quem ganha até R$ 325,00 e de 25% para quem ganha acima desse valor;

             Incorporação do abono salarial para o servidor de nível médio;

             Reajuste das diárias com base na inflação do período 2007/2016;

             Manutenção das vantagens no período de licença;

             Concurso público e nomeação dos (as) aprovados (as) em concursos anteriores;

             Instalação de mesa para discussão de diretrizes gerais para a elaboração dos PCCR’s;

             Ampliação de cedência para o trabalho sindical de 4 para 8 dirigentes.

Os (as) trabalhadores (as) aprovaram ainda Paralisação Estadual nos dias 14 e 15|04, com indicativo de rodada de assembleias por local de trabalho para avaliação do movimento. O Fórum concluiu indicando que a possibilidade de greve não está descarta.

Leia também:

http://sintepp.org.br/2016/03/audiencia-publica-sobre-iasep-ocorrera-nesta-quarta-feira-30-participe/
 

Sintepp Sindicato

Read Previous

MATRIZ CURRICULAR IMPLEMENTADO EM 2011 E A PROPOSTA DA SEDUC PARA 2016

Read Next

Jornal de prestação de contas do Sintepp Abril de 2016

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *