Governo Pioneiro rebaixou piso municipal do professor

Um dos entraves na negociação entre nossa categoria e Prefeitura de Ananindeua é que a proposta de 11,67% não repõe a perda de 2015 de 4,16% que rebaixou o piso municipal de 1,11% do piso nacional em 2014 para 1,07% em 2015.

Diante da posição do prefeito em não querer pagar a Gratificação de Nível Superior (GNS) até para aqueles que já ganharam na justiça, o descontentamento dos trabalhadores da educação só aumenta. Ano passado havia a promessa de recompor esta perda e nem o abono Fundeb saiu.

Por tudo isso a categoria rejeitou a proposta e aprovou o ESTADO DE GREVE. Pioneiro ofereceu apenas R$ 21,00 no vale alimentação, que não chega a 8% de reajuste.

Haverá nova rodada de negociação no próximo dia 10/03 COM PARALISAÇÃO DA REDE MUNICIPAL. Se Pioneiro vacilar, a GREVE poderá começar com consequências que tem a responsabilidade sua.

Frente a corrupção com dinheiro público no Brasil, fica difícil acreditar no discurso de miséria para a educação pública.

ananin

Sintepp Sindicato

Read Previous

8 de março Dia Internacional pelos direitos das mulheres

Read Next

Prefeitura de Castanhal retira dinheiro dos servidores públicos

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *