Nota de solidariedade à companheira Débora Miranda

O Sintepp- Regional Oeste vem a público se solidarizar com a coordenadora geral da Subsede de Alenquer Débora Miranda pelos ataques e ameaças de morte ocorridas na noite passada. Quem acredita que a companheira está sozinha na luta contra os corruptos e malservadores dos recursos da educação não conhece a força dessa categoria.

Iremos nos mobilizar e denunciar a todos os órgãos dos direitos humanos e da justiça para resgardar a integridade física da companheira e de sua família. Os famigerados pelo poder não vão ficar impunes caso algo aconteça alguma coisa com a companheira, pois sua atuação em Alenquer, junto com outros companheiros, e reflexo da luta de todos na região em favor de uma educação publica, gratuita e de qualidade.

Nós do Sintepp não só apoiamos a companheira como somos solidários a sua postura de denunciar as mazelas ocorridas na educação naquele município. Portanto, o Sintepp – Regional Oeste que agrega 15 municípios da região assinamos esse manifesto e pedimos a toda categoria que compartilhe nos meios de comunicação para atingir o maior número de pessoas e assim inibir qualquer ação contra a vida da companhera Débora.

Subsedes
Alenquer,
Almeirim,
Aveiro,
Curua,
Belterra,
Itaituba,
Jacareacanga,
Monte Alegre,
Mojuí dos Campos,
Novo Progresso,
Prainha,
Placas,
Rurópolis,
Óbidos,
Santarem,
Trairão.

Sintepp Sindicato

Read Previous

Educadores de São Domingos do Capim ocupam Semed contra atraso de salários

Read Next

NOTA DE SOLIDARIEDADE À PROFESSORA DÉBORA MIRANDA DE ALENQUER

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *