Breves: na luta por jornada de trabalho e piso salarial categoria aprova greve

A Subsede de Breves, na Regional Marajó do Sintepp, informa que os trabalhadores (as) em educação reunidos (as) em assembleia geral na última sexta-feira (9) deliberaram por greve na Rede Municipal de Ensino.

A categoria denuncia que na gestão do prefeito Xarão Leão (PMDB) os educadores (as) padecem com descontos abusivos, além de aguardarem pela complementação ao piso nacional do magistério deste ano, e reivindicam ainda a aplicabilidade da Jornada de Trabalho dos profissionais da educação básica (com 1/3 destinado ao planejamento).

Por isso após debate, os (as) educadores (as) apontaram como pontos prioritários: 1. Pagamento da complementação; 2. Suspensão e devolução dos descontos efetivados pela SEMED; 3. Jornada de trabalho com 1/3 de planejamento; 4. Retomada do processo de negociação; 5. Atualização da gratificação dos professores do meio rural; 6. Prestação de contas do IPMB; 7. Atualização do pagamento e reajuste do fundo rotativo; 8. Enquadramento.

Em fevereiro este ano os (as) profissionais em educação do município recorrem à greve para pressionar o governo. Na época estavam com o pagamento de janeiro em atraso e não a Secretaria de Educação (SEMED) não conseguia dar conclusão ao processo de lotação dos (as) servidores (as) da rede municipal. Portanto, a categoria buscou tal medida.

O Sintepp já encaminhou para a SEMED notificação do início da greve para fins legais, e aguarda retorno da Secretaria para nova rodada de negociações. A seguinte de mobilização também foi aprovada:

13/10 (terça-feira): Reunião nas escolas com os alunos e a comunidade para esclarecimento sobre os pontos de pauta;

14/10 (quarta-feira): Reunião com a Câmara Municipal – 10h;

15/10 (quinta-feira): Ato Público seguido de caminhada – 08h em frente à SEMED.

 
Leia também:
http://sintepp.org.br/2015/03/breves-trabalhadores-em-educacao-decidem-pela-suspensao-da-greve-mas-mantem-estado-de-greve/
http://sintepp.org.br/2015/02/sintepp-continua-sequencia-de-reuniao-com-o-governo-de-breves/
http://sintepp.org.br/2015/02/breves-resistencia-dos-trabalhadores-mantem-greve/
http://sintepp.org.br/2015/01/breves-inicio-da-campanha-salarial-2015-sem-luta-nao-ha-conquistas/
http://sintepp.org.br/2014/12/breves-categoria-reage-aos-ataques-do-governo-municipal-a-educacao-publica-e-mantem-estado-de-greve/

Sintepp Sindicato

Read Previous

Alunos do 5º ano da EE. Panorama XXI estão sem professor desde agosto

Read Next

Prefeito de Pacajá ataca os direitos dos (as) trabalhadores (as) da educação

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *