Escola estadual Lucy Corrêa, em Ananindeua, faz ato por reforma

A comunidade escolar da EEFM. Lucy Corrêa de Araújo no município de Ananindeua realizou nesta terça-feira, 22, um ato público para denunciar as péssimas condições estruturais do prédio.

Segundo os manifestantes há mais de 30 anos aguarda-se por reforma e o poder público não toma as devidas providências. “Somos testemunhas da luta desta escola pela reforma. Há cerca de um ano e meio fizemos outros atos, mas o governo ignorou a comunidade. Voltamos para as ruas e esperamos reverter este cenário de abandono e descaso. A escola sofre com o calor, a violência e a falta de estrutura. Seguramente professores e alunos não pararão de lutar até conseguir a reforma”, comentou Alberto Andrade, Coordenador do Sintepp.

Segundo relatos, a escola apresenta problemas por conta do calor, pois nem todas as salas são climatizadas. Também se espera por reforma da quadra de esporte e auditório. A unidade de ensino está localizada no Cj. Cidade Nova VI, e cerca de 1.700 alunos estão matriculados para o ano letivo de 2015.

Amanhã (24) haverá paralisação na Rede Estadual, com ato público a partir das 9h00 no Hangar e o Sintepp voltará a pautar a demanda de reforma das escolas. No dia 30 (quarta-feira) ocorrerá assembleia geral da categoria, às 9h, na Seduc.

Vem pra luta!

Sintepp Sindicato

Read Previous

Em defesa dos Coordenadores (as) do Sintepp e contra a tentativa de divisão da categoria!

Read Next

Escola Palmira Gabriel tem aulas suspensas por conta da violência

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *