18 de agosto: "Assembleia Geral contra os ataques do governo Jatene aos trabalhadores"

 

Trabalhadores (as) debaterão descontos e privatização do ensino no Pará

Os (as) trabalhadores (as) em educação da rede estadual de ensino reunirão nesta terça-feira, 18, às 9h00, na EE. Cordeiro de Farias (Av. Alm. Barroso, entre Av. Júlio César e Av. Dr. Freitas) para debater os descontos indevidos e a privatização do ensino público no Pará.

Na semana passada a direção do Sintepp tentou mais uma vez agendar audiência com o governo, porém recebeu resposta negativa. Jatene e Helenilson teimam em manter uma posição intransigente e se negam a debater de forma séria e responsável a educação pública do Pará, desrespeitando a maior categoria de servidores públicos do estado e a população carente.

O SINTEPP procurou o Ministério Público Estadual (MPE), para expor os prejuízos que a comunidade escolar vem enfrentando pela incapacidade do governo de resolver a questão dos descontos dos dias parados em função da greve, considerando que isso tem reflexos no calendário escolar, podendo inclusive inviabilizar o ano letivo.

Na semana passada também foi apresentada ao MPE e ao Tribunal de Justiça do Estado representação contra o Governo do Pará pela malversação de recursos da educação pública. O secretário de Educação, Helenilson Pontes, anunciou a destinação de cerca R$ 209 milhões para financiar a execução de curso de inglês ofertado pela empresa BR7 Editora e Ensino, cujo dono responde a processos por desvios de seguros DPVAT e para reforço escolar que serviriam para resgatar da falência escolas particulares. O ato representa uma afronta diante do cenário de abandono das escolas públicas que não oferecem condições mínimas de infraestrutura e funcionamento, muitas das quais inclusive seguem com obras paralisadas e estão com aluguel atrasado.

No atual cenário político, econômico e social de crise generalizada, a aplicação de um ajuste fiscal que penaliza a classe trabalhadora, com redução de salários, corte de verbas da educação, mudanças nas regras das aposentadorias e benefícios, além de ataques à direitos e conquistas em todos os níveis de governo, soa como acinte a postura do governo Simão Jatene.

Pela defesa da Educação Pública devemos manter a mobilização!

Reafirmamos:

Assembleia geral da rede estadual de ensino

Data: 18/08/2015;

Horário: 9h00;

Local: E. E. “Cordeiro de Farias”

Web

Sintepp Sindicato

Read Previous

Sintepp reúne com Ministério Público Estadual sobre TAC dos descontos e pendências do pós-greve

Read Next

Alunos de escola Maria Câmara Paes de Breves não tem onde estudar

One Comment

  • Companheiros, devemos acordar com este governo bandido o abatimento da falta greve no retroativo do piso de 2015, e que ele nos pague o restante. No entanto tem uma bandeira permanente que devemos levantar contra os governos inimigos da educação, devemos nos organizar com a comunidade escolar de todos os municípios em 2016 para derrotar os prefeitos do PSDB e aliados, que tratam a educação como mercadoria e moeda de troca, em 2018 derrotaremos os aliados de Jatene. Se faz preciso reconhecer a força que temos junto a comunidade, se assim fizermos seremos ouvidos e respeitados. Parabéns para os companheiros e companheiras que irão coordenar o SINTEPP neste próximo triênio.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *