11 de agosto – Dia do estudante. Ato público em Belém

“Nós estamos vivenciando no Estado Pará na educação a barbárie com a privatização avassaladora. Para Vocês terem uma ideia tem aqui aluno do Pinto Marques que tem sala vazia porque não consegue ocupar todas as turmas. O Orlando Bitar a tarde não funciona, de manhã a das turmas estão vazias. A escola Tiradentes II que o Jatene queria despejar a qualquer preço resistiu. Dizem que não tem dinheiro para a educação, mas vão pagar R$ 200 milhões para ofertar aulas de inglês para as series iniciais, em apenas um ano. O governo vai destinar mais de R$ 30 milhões para comprar vaga na escola privada para os estudantes possam estudar no contraturno. Estas escolas estão falidas e o Helenilson quer resgatar essas escolas. Nós não podemos admitir. Pela suspensão dos descontos dos professores e pela valorização da escola pública já no Pará”
No vídeo segue a fala na íntegra de Mateus Ferreira, coordenador geral do Sintepp, durante o ato desta manhã (11), do Dia do estudante em Belém. Veja.
13.08 (quinta-feira) – 9h
Paralisação, com ato público. Concentração: SEAD (Tv. Chaco, com Av. Alm. Barroso)
18.08 (terça-feira) – 9h
Assembleia geral. Local: EE. Cordeiro de Farias (Av. Alm. Barroso, com Av. Júlio César)
Fique atento (a), mobilize os colegas.

Sintepp Sindicato

Read Previous

11 de agosto – Dia do estudante, dia de lutar por melhores condições de ensino público

Read Next

15|agosto – Posse da nova Coordenação Estadual do Sintepp – Sindicato dos Bancários, 21h

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *