Categoria, reunida em assembleia geral na EE. Cordeiro de Farias, aprova manutenção da GREVE

Diante do silêncio do governo Jatene|Helenilson, categoria aprova manutenção da GREVE e agenda de mobilização.

Em marcha pela Av. Alm. Barroso confirmam reuniões com a base e a comunidade escolar para distritos e regionais para segunda-feira (11) e ato geral para a próxima terça-feira (12), em São Brás a partir de 8h00.

As ações de retaliação do governo não intimidarão os trabalhadores em educação.

Todos à mobilização.

Sintepp Sindicato

Read Previous

Categoria resiste aos ataques de Jatene|Helenilson

Read Next

Quem luta também educa, a GREVE está mantida

3 Comments

  • Continuamos fortes, sem medo de ameaças e retaliações por parte do governo, que, diga-se de passagem, se mostra alienado e ignorantes em face do problemas reais da educação pública no Pará. É triste perceber que os representantes do governo tentam demonizar nossa categoria, com argumentos sem nenhuma base racional ou fundamento intelectual. Eles tentam fazer com que o restante da sociedade nos perceba como profissionais irresponsáveis e mal agradecidos, pois cinicamente afirmam ter cumprido tudo o que exigimos em nossas manifestações, num esquema quase que maquiavélico de colocar as pessoas contra os educadores. Eles nunca irão reconhecer que a colocação do Pará em penúltimo lugar em nível educacional, entre todos os Estados da Federação, é culpa deles e das políticas educacionais chulas que preconizam. Não devemos baixar a cabeça para esses vampiros que sugam nosso sangue e enfraquecem a massa encefálica dos alunos.

  • To apoio aos professores, sem eles eu nem saberia escrever direito. Obrigado

  • O que dizes a respeitos deles é verdade. Mas falta-lhes senso de crítica ao afirmar que a categoria não tem parte nos índices ridículos do IDEB do Estado. Assim como é miopia não conseguir enxergar a insatisfação da categoria com os rumos dessa greve. Só as lideranças percebem isto, as assembleias estão cada vez menores, bem antes dos descontos efetuados.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *