Sintepp denuncia o governo Jatene ao MP e prepara greve estadual

A Coordenação Estadual do Sintepp prepara uma caravana que visitará o Ministério Público Estadual nesta quarta-feira (25) a partir das 9h e formalizará denúncia contra o governador do Estado, Simão Jatene (PSDB) que até o momento não apresentou nenhuma perspectiva para o pagamento do piso nacional dos profissionais da educação estabelecido desde 06 de janeiro.

Entre as denúncias também está a ausência de reformas nas escolas que vem precarizando ainda mais o trabalho docente e prejudica o processo de ensino e aprendizagem dos estudantes paraenses.

Os trabalhadores estão descontentes com a chamada nova-velha política de Jatene para a educação. “O Sintepp ouviu da Secretária de Administração, Alice Viana, e do Secretário de Educação, Helenilson Pontes, em audiência no final de janeiro que não existem recursos disponíveis para o cumprimento da lei do piso que passou de R$ 1.697,00 no ano passado para R$ 1.917,78 em 2015. A notícia desagradou veementemente os educadores”, antecipa Mateus Ferreira, Coordenador Geral do Sintepp.

A categoria, reunida em assembleia geral, deliberou por uma marcha em defesa da educação com paralisação para o próximo dia 19.03 e no dia seguinte (20) realizará nova assembleia, onde será avaliado o indicativo de greve.

Sintepp Sindicato

Read Previous

Itaituba: baixos salários leva categoria à greve

Read Next

Breves: Sintepp continua sequência de reunião…

8 Comments

  • Todos já sabiam que esse TIRANO, preparava mais um golpe pra educação. É só falácia e promessa de melhoria que nunca aconteceu e vai acontecer. A novidade que corre por ai, é que no meio do ano a SEDUC, fará fiscalização nas escolas, verificando a número de alunos por sala. Se perceberem que tem o numero insuficiente de alunos na contagem deles, a turma será fechada. É isso que se escuta nos bastidores. O tá ruim vai piorar amigos !

  • ~Jatene quer greve e terá !

  • A que ponto os servidores estaduais chegaram na gestão do Simão Jatene. Sou servidor da SEDUC, ocupo o cargo de Assistente administrativo estou há 4 meses com processo solicitando o meu 3º triênio desde de outubro de 2014, cujo processo está RETIDO na SEAD/PA. Os funcionários falaram que o meu processo só será liberado junho ou julho de 2015 por motivo da redução de gastos do governo e que receberia SOMENTE DOIS ou TRÊS meses de retroativo. Ou seja ficariam com 4 ou cinco meses do meu triênio. Insisti que gostaria de saber QUEM deu esta ordem absurda e os funcionários não quiseram falar se é do governador ou da secretária Alice Viana ou outro DAS de chefia da SEAD. Argumentei não estava pedindo favor ao Estado mas sim um direito líquido e certo. Estou muito REVOLTADO porque todo dia se vê DAS e contratação de temporários na SEDUC e nos outros órgãos e estão FICANDO com meu triênio pois até agora não recebi ele pois se se passaram 4 meses sem receber meu direito. Estão abocanhando o dinheiro dos servidores e recusando de pagar o piso. Por isso que a educação estadual está entre as piores do Brasil o que a propaganda não fala a verdade.

  • Não podemos esquecer que ele perdeu no STF ao pedir a ilegalidade da última greve. Será que vai adiantar recorrer pra essa desacreditada “justiça” paraense??? Me ajuda aííí!!!
    Ele sempre fica alegando a tal Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) como impedimento pra pagar o que é uma tremenda lorota. aliás, o Senador Cristóvão Buarque e deputados federais defensores da Educação Pública já estão apresentando Projeto de Lei (está me parece em tramitação) que impede que o Piso Nacional do Magistério não seja atualizado por conta dessa famigerada lei da enrolação (LRF). Aqui pra tu! Jatene!

  • É uma tremenda sacanagem o que esse governo faz com os prifissionais da educação no Pará.Eu fico revoltada de ver esse bando de políticos corruptos sendo beneficiados de todas as maneiras, com regalias inimagináveis, por tão pouco ou quase nada, que fazem…Enquanto q o Professor que batalha, que mata um leão por dia, pra passar um pouco de conhecimento para crianças, adolescentes, adultos, etc; e na maioria das vezes, colocando em risco sua própria segurança para servir como exemplo para muitos jovens que se encontram em situação de risco.Este é o desabafo de alguém que está cansada de ver tanta injustiça.

  • Prezados representantes do trabalhadores em educação,
    Acredito que mais do que fazer denúncias, deveríamos mover ações judiciais contra o Estado, referente ao pagamento do piso nacional dos professores. Seria interessante seguir o exemplo de outros órgãos, como o Detran, por exemplo, que vem movendo inúmeras ações contra o próprio Detran e também contra o Estado, pleiteando aumento no valor do auxílio alimentação (de R$ 600,00 para R$838,80), enquanto recebemos míseros R$ 300,00 e a implementação do PCCR (Plano de Cargos e Carreiras), conquista recente do órgão, enquanto nem sequer passamos perto disso.
    Att.

  • Não caiam na conversa desses loroteiros, é Pura mentira. Tudo vem aumentando alopradamente desde o ano passado e esses aumentos proporcionalmente aumentam a arrecadação estadual. Muitas prefeituras, por exemplo, e pobrezinhas, já passaram a pagar o novo Piso, e esse caloteiro pegou a mania da sovinice. Até parece que esse governo trabalha de vento em popa. Deêm uma volta no interior e não tem obra nenhuma, e se tem está parada, como a ponte quebrada da Alça Viária. Vai pro inferno desgovernador Jatene!!!

  • Já que o governo fala em lei de responsabilidade fiscal. Com esse governo justifica o reajuste valor aluno, onde está sendo aplicado o excedente desse valor? Se o valor foi reajustado porque nosso salário não deve ser?

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *