Salinas: atraso de salários leva servidores à greve geral

Os trabalhadores em educação do município de Salinópolis, na regional Nordeste II do Sintepp, reunidos em assembleia geral extraordinária nesta segunda-feira (9) decidiram por ato e nova assembleia para debater indicativo de greve em resposta aos cortes nos salários promovidos pelo prefeito Paulo Henrique (PSDB).
Os descontos atingem todo o funcionalismo municipal e a revolta é generalizada na cidade. O governante também baixo portaria que estabelece que todos educadores recebam apenas 100h.
Hoje (10) os profissionais reúnem com a comunidade escolar. Amanhã (11) ocorre nova assembleia geral e o Sintepp também realiza caminhada até a prefeitura, para protocolar um requerimento que pede o imediato pagamento dos salários cortados.
Os servidores municipais de Salinas organizam uma greve unificada contra os desmandos de Paulo Henrique. A Coordenação Estadual do Sintepp acompanha os desdobramentos da luta.
Só avança quem luta!

Sintepp Sindicato

Read Previous

Rebelião e tentativa de fuga suspendem aulas em Americano I

Read Next

Nordeste II: luta e unidade da categoria garantem vitórias

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *