Executiva Belém do Sintepp visita as escolas da Rede Municipal de Educação que estão em reformas desde 2012 em Belém sem previsão de conclusão

A Executiva Belém do Sintepp, através do Coordenador Maurilo Estumano, visitou no dia 13 de janeiro de 2015 três escolas da Rede Pública de Ensino da Capital paraense que encontram-se em reforma desde fevereiro de 2012 e constatou que ainda, apesar de passados três anos, estão na agenda de entrega da prefeitura, agora prometidas para o final de fevereiro deste ano.
As escolas municipais visitadas, entre elas Edson Luis (Guamá) e Solerno Moreira no bairro da Terra Firme, estão com previsão para entrega no final de fevereiro, segundo a prefeitura de Belém.

Como as obras estão atrasadas, que causa grandes prejuízos às comunidades atendidas por estas escolas, o Coordenador da Executiva Belém do Sintepp conversou com os responsáveis pelas obras e todos afirmaram que concluirão os trabalhos até o final de fevereiro de 2015.

Tanto a EM Solerno Moreira, quanto a EM Manuela de Freitas eram constantemente alagadas por causa das chuvas, o que obrigava os professores a suspenderem as aulas, devido ao intenso inverno amazônico, prejudicando, principalmente os alunos do turno da tarde, pois inevitavelmente, os alagamentos coincidem com o período da tarde.

A escola que chamou a atenção por estar com as obras totalmente paralisadas foi a EM Manuela de Freitas no bairro de São Brás. Lá, o Sintepp encontrou somente um vigia, que não soube dar maiores esclarecimentos, sobre o porquê das obras permanecerem paralisadas, visto que a última visita realizada pelo Sindicato havia previsão para a entrega do prédio para agosto de 2014.

Hoje a escola, que já mudou duas vezes de endereço, funciona em um prédio da Funpapa na Av. José Bonifácio, e atende aproximadamente 700 alunos do ensino fundamental, que estão sem previsão de retorno para o antigo prédio, que “esperamos seja concluído o mais rápido possível e ficaremos atentos, denunciando as diversas irregularidades ao Ministério Público Estadual”, afirmou Maurilo Estumano.

A perspectiva do Sintepp é manter a mobilização por melhorias na infraestrutura e qualidade de ensino público. “Na nossa campanha salarial de 2015 voltaremos a cobrar do governo Zenaldo Coutinho (PSDB) a conclusão destas obras e demais pautas dos profissionais em educação do município de Belém”, concluí.

http://youtu.be/XK9rd-JztK8

Sintepp Sindicato

Read Previous

Para 2015, o piso do magistério será de R$ 1.917,78

Read Next

Mocajuba: mais de um mês de greve e prefeito descumpre acordo. A luta continua!

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *