Executiva Belém do Sintepp manterá plantão no TJE e não aceitará sábado letivo

A Coordenação da Executiva Belém do Sintepp e trabalhadores (as) da rede municipal de ensino compareceram na manhã de hoje (19) ao Tribunal de Justiça do Estado do Pará (TJE) para cumprir a ação política definida na última assembleia geral da categoria e pressionar o judiciário a tomar uma decisão em relação a medida arbitrária do governo Zenaldo Coutinho (PSDB) de promover descontos ilegais em punição a greve ocorrida nos meses de maio e junho deste ano.

A questão já passou por seis magistrados, que estranhamente após avaliarem o caso julgaram-se suspeitos para decidir sobre o processo. Tanto o mandato de segurança do Sintepp quanto a ação de obrigação de não fazer do governo Zenaldo podem ser consultados no site: tjpa.jus.br através das numerações 2014.3.016.808-4 e 2014.3.012.660-2, respectivamente.

Já analisaram o mandato do Sintepp os desembargadores Edinea Oliveira Tavares, José Roberto P. M. Bezerra, Marneide Trindade Pereira Merabet, Ricardo Ferreira Nunes e Maria do Ceo Maciel Coutinho. A ação do governo já passou pelos juízes Celia Regina de Lima Pinheiro, Diracy Nunes Alves e Roberto Gonçalves de Moura. A dúvida principal que paira na categoria é até quando os magistrados protelaram a decisão.  

A Asjur do Sintepp continua recebendo a documentação dos educadores para processo de cobrança referente às perdas da progressão horizontal e dos que tiveram descontos indevidos no contracheque quanto à participação na greve.

O horário de atendimento externo no Jurídico é as segundas e quintas-feiras (no horário de 10:00h às 12:00h) e as quartas-feiras (de 15:00h às 17:00h), na Sede do sindicato na Rua 28 de setembro, 510 (entre Av. Assis de Vasconcelos e Tv. Piedade).

A Executiva Belém organiza ainda o trabalho de fiscalização para que não ocorra mais uma grave infração exposta na proposta de calendário de reposição da greve que indica sábados e feriados letivos. A categoria não aceitará mais este desmando de Zenaldo.

Só conquista quem luta!       

Sintepp Sindicato

Read Previous

20 de novembro: "Dia Nacional da Consciência Negra"

Read Next

Categoria direciona greve em resposta a redução salarial, alterações no PCCR e atraso de salários

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *