No TJE/Pa vitória dos (as) trabalhadores (as) em educação de Belém, mas a luta continua

Sexta-feira (19.09) tem PARALISAÇÃO

 
Foi confirmado hoje de manhã (16) pela Coordenação da Executiva Belém do Sintepp que ainda nesta semana (18.09) haverá uma reunião de conciliação, no Tribunal de Justiça do Estado do Pará (TJE/Pa), intermediada pelo desembargador José Roberto Pinheiro, entre Sintepp e governo Zenaldo (PSDB) para tratar da devolução dos valores descontados indevidamente dos (as) trabalhadores (as) municipais em educação e sobre o calendário de reposição dos dias parados da greve.
 
Pinheiro reavaliou a decisão da semana passada que negava o mandado de  segurança do Sintepp. Em sua reconsideração o desembargador, fundamentando-se nos documentos anexados pelo Sintepp ao processo e compreendeu que as faltas dos contracheques eram realmente de greve, não de aulas normais. 
 
O magistrado decidiu suspender os descontos realizados pela PMB no salário dos (as) profissionais da educação e convocar o Sintepp e o prefeito para uma audiência depois de amanhã.
 
A categoria  reunida em frente ao TJE/Pa avaliou positivamente a decisão do desembargador, e por unanimidade decidiu paralisar as atividades em sala de aula na sexta-feira (19.09) para participar da assembleia geral que ocorrerá às 9:00h, no Centro Social de Nazaré (CAN), onde definirá coletivamente os rumos do movimento.
 
A vitória Judicial do Sintepp comprova que só a organização, a unidade e a luta  garantirão direitos e novas conquistas aos (as) trabalhadores (as). 
 
O Sintepp não recuará em nenhuma das demandas dos (as) educadores (as) e estará levando para a audiência todas as reivindicações da Campanha Salarial 2014.
 
A Coordenação do Sintepp convoca todos (as) à assembleia. Mobilize sua escola e UEI, chame seus colegas. Não se pode acovardar frente ao desgoverno de Zenaldo e sua trupe que não têm proposta política pedagógica para melhorar as condições de trabalho e prefere punir o (a) trabalhador (a)!    
 
Zenaldo, respeite a educação pública de Belém! 
Cumpra a pauta da educação  e devolva os salários dos (as) grevistas!
Recuar jamais! Nenhum direito a menos!
Só conquista quem luta!
 
Leia também:

www.sintepp.org.br/arquivos/mandado_intimacao_pmb_e_ao_sintepp.pdf

zeraldo_coutinho

Sintepp Sindicato

Read Previous

Greves no interior: categoria em movimento na defesa da educação pública

Read Next

3ª Plenária da Regional Marajó 11 a 13|09, na cidade de Curralinho

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *