Xinguara: a greve e a luta continuam!

Os trabalhadores da Rede Municipal de ensino de Xinguara, no Sul do Pará, suspenderam na sexta-feira (06.06) a greve de fome iniciada no de 02.06, após a chegada dos deputados estaduais Edmilson Rodrigues (PSOL) e Mílton Zimmer (PT), que resultou em reunião com o prefeito Osvaldinho Assunção (PMDB).

No encontro foi firmado o compromisso de uma audiência a ser realizada na próxima quarta-feira, dia 11.06, na Assembleia Legislativa do Estado do Pará (Alepa), com a participação do Sintepp Xinguara, do próprio prefeito, do MPE, deputados e deputadas e Coordenação Estadual do Sintepp.

A categoria decidiu manter a greve e realizar Assembleia Geral no dia 13.06, às 13h30, no auditório do sindicato. Na suspensão da greve de fome, entretanto, dos sete companheiros (as) que assumiram essa medida extrema, duas companheiras, em que pese os diversos apelos, continuarão firmes até que seus limites físicos e psicológicos acusem a necessidade de atendimento médico e clínico urgente para que possam restabelecer suas condições normais. São elas Isa Oliveira e Cândida Lisboa.

Decidiram suspender a greve de fome no dia 06.06, por volta das 17h, Polyana Arantes, Dawson Luiz Scarparo, Ozires Vieira de Sousa, Cleoneide Landin e Williams Silva (Coordenador Geral do Sintepp). Na manhã de hoje (09.06) Isa Oliveira passou mal e teve que sair da greve de fome por recomendações médicas, o educador Dawson Scarparo.

As convicções dos trabalhadores continuam firmes e o vigor da luta de toda a companheirada haverá de correr livre como o sangue em nossas veias.

Nossa luta por uma educação pública de qualidade está revigorada. Nossa vitória é invencível.

A greve continua, Osvaldinho a culpa é tua!!!

Fotos: Divulgação FB

 

Sintepp Sindicato

Read Previous

Abaetetuba: greve ultrapassa 3ª semana

Read Next

Diário do Pará 09_06 – Cadê o dinheiro da educação?

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *