SINTEPP São João de Pirabas repudia postura de Prefeita

Leia abaixo a nota de repúdio da Subsede do SINTEPP São João de Pirabas em razão das atitudes arbitrárias da prefeita Kamily Araújo. A titular do município se recusa a pagar salários de dezembro em atraso.

NOTA DE REPÚDIO – PREFEITA KAMILY ARAUJO

O Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do estado tado do Pará, subsede São João de Pirabas, vem a público REPUDIAR a postura arbitrária tomada pela PREFEITA KAMILY ARAUJO contra os trabalhadores da educação deste município.

Com atitudes de desrespeito, abuso de autoridade e desumanidade, a prefeita se nega a pagar os salários dos trabalhadores da educação do mês de dezembro de 2020, informação esta passada pelo seu secretário de finanças José Carlos em reunião no dia 01 de fevereiro. O mesmo afirmou para uma pequena comissão de 04 pessoas (quantidade exigidas por ele, o secretário), onde estavam presentes filiados, coordenadores locais e coordenadores regionais, de que a “ordem da prefeita Kamily Araújo é: não paga o mês de dezembro”.

Diante de tal posicionamento o jurídico do SINTEPP encaminhou ação cívil, solicitando ao Juiz de Santarém Novo, pagamento dos servidores em caráter de urgência. Tivemos a boa notícia quinta feira (04/02), a prefeitura de Pirabas foi intimada a pagar em um prazo de 72 horas os salários de Dezembro. Uma Vitória nossa, da categoria.

Ainda segundo informação dada pelo seu secretário de finanças, a prefeita Kamiky Araújo, teria como prioridade neste momento a limpeza, manutenção e reforma das escolas.

Ora, com um recurso de R$4.206.532,00(Quatro milhões, duzentos e seis mil, quinhentos e trinta e dois reais), a atual prefeita de Pirabas prioriza concreto e tira dos trabalhadores o direito de honrar com seus compromissos familiares e de cidadãos, que por conta deste atraso salarial se encontram em situação constrangedora , já que estavam sem seus proventos para comprar alimentos para sua família e pagarem suas contas, com juros crescendo a cada dia no Banpará por atraso de pagamento de seus empréstimo, ficando cada dia pior sua situação.

Dia 04/02 , quinta feira, a prefeitura realizou pagamento dos servidores do mês de janeiro 2021, e para nossa surpresa e indignação, foram retiradas todas as gratificações por: titularidade, atendimento especial, periculosidade, contra cheques zerados para quem estava de licença.

Mais uma vez a prefeita está mostrando para que veio. Com ações recheadas de desumanidade, com abuso de autoridade ( infringindo a Lei 13.869) e sem atender os trabalhadores, por que a mesma não dá expediente na prefeitura(informação repassada por sua chefa de gabinete),

ficando os servidores a ouvir por seus comissionados o que é determinado por essa gestora. A atual prefeita está tentando CALAR A VOZ DOS TRABALHADORES DA EDUCAÇÃO, MAS NÃO VAMOS NOS CALAR.

Reconstruir e Desenvolver requer líderes com sabedoria, conhecimento, que tenham boas relações, optar pelo diálogo, fazer crescer, torna-se maior.

No entanto, está agindo contrariamente com os trabalhadores da EDUCAÇÃO, negando-lhes em menos de um mês o que lhes é de direito, seus salários. E age como se estivesse “desconhecendo” a LEI. ART. 6° da Constituição Federal.

Gestores como essas atitudes, que se acham acima da LEI, estão totalmente desalinhados com a boa política.

O prazo para pagamento dos servidores terminou na quinta-feira, ja que, segundo informações do nosso jurídico e confirmado pelo fórum de Santarém Novo a prefeitura foi intimada no dia 08/02 e até a presente data as contas dos servidores estão zeradas e com saldos negativos. Ao que tudo indica segue desrespeitando a JUSTIÇA.

A LUTA CONTINUA, E O SINTEPP NÃO VAI SE INTIMIDAR. VAMOS REAGIR E RESISTIR. O RECURSO DO FUNDEB TAMBÉM É DOS TRABALHADORES DA EDUCAÇÃO.

PAGUE NOSSOS SALÁRIOS, DEVOLVA NOSSOS DIREITOS!

Coordenação SINTEPP São João de Pirabas.

Geisi Dias

Read Previous

SINTEPP cobra e Prefeitura de Irituia aponta o pagamento de dezembro para 17/02

Read Next

POSIÇÃO DO SINTEPP ACERCA DA PORTARIA 041 DE 09/02/2021 DO CONSELHO ESTADUAL DE EDUCAÇÃO DO PARÁ – CEE

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *