1º de Maio em Defesa da Vida e dos Direitos – SINTEPP Regional Nordeste 1

“A luta de classes é a base e a força motriz de todo o desenvolvimento”. (Vladimir Lenin)

O ano de 2020 está marcado no mundo pela corrupção, pelos ataques e retrocessos, pela manutenção da crise econômica e estrutural e pela pandemia do coronavírus. O Brasil enfrenta neste momento uma das maiores crises sanitárias e econômicas dos últimos anos com a expansão da Covid-19.

Povos, grupos ou seguimentos sociais mais vulneráveis serão os mais gravemente atingidos, bem como pessoas que vivem em situação de pobreza extrema, na informalidade, idosos, população em situação de rua, povos indígenas, quilombolas, assentados e acampados que vivem da agricultura familiar.

Em nosso país, a COVID-19 já registra mais de 5 mil mortes, ultrapassando os dados oficiais da China e o desgoverno brasileiro diz “E daí? Lamento. Quer que eu faça o quê? Eu sou Messias, mas não faço milagres”.

A resposta do Bolsonaro, além de mostrar um profundo desprezo pela dor de milhares de famílias que perderam – e ainda vão perder – pessoas, só reafirma a política criminosa que o governo e sua equipe vem defendo e colocando em prática no país de ponta a ponta.

Na contramão desse pensamento, o Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras em Educação Pública do Estado do Pará – SINTEPP – Regional Nordeste 1 repudia qualquer posição que afronte o valor de uma vida, pois defende a vida acima dos lucros.

Essa forma de pensar deve alinhar-se com os ideais que fomentam a luta de classes e, para isso, o movimento sindical e popular deve organizar-se ainda mais, mesmo com toda a combatividade com a qual o SINTEPP em suas Regionais e subsedes lutam, e que ainda assim, são insuficientes para fomentar um grande pólo de luta dos trabalhadores e trabalhadoras.

Por isso, neste momento solidarizemo-nos e juntemo-nos às Centrais Sindicais, aos sindicatos, aos movimentos sociais, ao movimento estudantil, aos milhões de desempregados, e em especial a todos e todas que fazem parte do quadro da saúde no Brasil. 

Não nos calaremos diante dos desgovernos que aproveitam o momento de calamidade para retirar direitos conquistados com muita luta, pois o colapso na saúde pública não é culpa do trabalhador e sim dos governos covardes e capitalistas que só pensam no lucro e não na vida.

Precisamos denunciar todos os  parlamentares que dizem defender o isolamento social, porém são os mesmos que estão aprovando todas as medidas do governo que atacam os trabalhadores, desde a reforma da Previdência de 2019 até as Medidas Provisórias feitas pelo governo Bolsonaro antes e durante a pandemia e que diminuem salários, retiram direitos e mantém as demissões dos trabalhadores.

Nossa luta tem sido árdua, mas fazemos o bom combate no Sintepp Estadual, nas Regionais e nas subsedes, contribuindo com a luta dos trabalhadores(as), resistindo aos ataques dos que perseguiram e perseguem as organizações dos trabalhadores.

Nossas bandeiras se renovam a cada dia e neste momento uma delas é a luta em defesa da vida, pois temos o compromisso com o futuro de crianças, jovens e adultos, no sentido de construir uma sociedade com pessoas aptas para exercer sua cidadania.

Neste 1º de Maio, não nos calaremos diante dos ataques e dos retrocessos e é nesta luta que estamos empenhados a contribuir para defender os direitos e vida da classe trabalhadora.

#Fora Bolsonaro e Mourão!

#Eleições gerais já!

Ediana Melo e Álvaro Nazareno – Coordenação Geral  SINTEPP – Regional Nordeste 1

Geisi Dias

Read Previous

1º de Maio – Homenagem do SINTEPP Mãe do Rio

Read Next

SINTEPP debate com parlamentares congelamento salarial

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *