SAÍDA DA SECRETÁRIA DE EDUCAÇÃO LEILA FREIRE EVIDENCIA CRISE NO GOVERNO DE HELDER BARBALHO

O anúncio intempestivo da saída da secretária de educação – Leila Freire – foi uma surpresa para nossa categoria, expondo a primeira crise de grande escala no governo Helder.
Ano passado a titular da SEDUC já havia ensaiado uma saída por não ter a autonomia plena na pasta, mas a situação foi rapidamente contornada, e tudo foi de pronto escamoteado pelo governo.
Ocorre que a aparente tranquilidade parece mesmo ter se limitado às aparências. Sem qualquer anúncio prévio, a secretária se despede do cargo, deixando um mundo de incertezas na política educacional paraense.
O SINTEPP sempre alertou para a necessidade de se entender a educação como uma política de Estado, evitando assim que mudanças de titularidade no comando da SEDUC interfiram nos pequenos acúmulos alcançados.
Nos manteremos firmes na luta em defesa de uma escola pública, gratuita e de qualidade, e esperamos avançar nas pautas educacionais e não ter que voltar à “estaca zero” no debate educacional do estado.
Pelo Piso Salarial, Reforma nas Escolas, Plano de Cargos Unificado e Gestão Democrática seguiremos em resistência e luta.

Geisi Dias

Read Previous

Justiça determina manutenção do Ensino Médio e Profissionalizante na Escola Bosque

Read Next

Nota de repúdio ao diretor da escola Ernestina Pereira Maia em Moju

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *