Em Magalhães Barata alunos enfrentam lama para chegar à escola

É esse caminho cheia de lama que alunos e trabalhadores em educação da zona rural do município de Magalhães Barata têm que enfrentar a pé por quilômetros pelas vicinais para chegar até a escola todos. Em denúncia enviada ao SINTEPP nossa fonte relata:

“Em pleno século XXI, ainda nos deparamos com situações humilhantes como essa. Estudantes da zona rural do município de Magalhães Barata estão tendo que enfrentar quilômetros de atoleiro a pé, para chegar à sala de aula. Por conta das péssimas condições das estradas vicinais, abandonadas pelo prefeito Gerson Miranda (MDB), os ônibus escolares estão impossibilitados de adentrar nas comunidades e, em meio à lama e chuva e com as calças no meio da canela, as crianças e adolescentes são obrigadas a ir caminhando para a escola. É revoltante!”

Enquanto isso contamos com a omissão do poder público!

Até quando?

Geisi Dias

Read Previous

Como seria 2020 se as ruas não tivessem gritado contra cortes na Educação?

Read Next

DIREITO AO PAGAMENTO DA GRATIFICAÇÃO SOME DURANTE A LICENÇA MATERNIDADE

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *