Baião em greve desde quarta-feira, 16

Trabalhadores em educação são agredidos por Guardas Municipais dentro da prefeitura.

Educadores de Baião iniciaram na última quarta-feira, 16, greve na rede municipal de ensino. A motivação principal da greve foi o atraso de salários desde setembro.

Outros direitos como a gratificação horizontal e a DS também foram retirados. Ainda na quarta-feira, os trabalhadores fecharam a PA que dá acesso a cidade. Hoje, 18, um episódio deplorável, os educadores foram agredidos na sede da prefeitura por guardas municipais, que chegou a usar spray de pimenta.

A prefeitura está sitiada por viaturas policiais e os educadores estão sendo tratados como criminosos. Enquanto isso, nenhuma posição do governo municipal sobre os atrasos nos salários.

Geisi Dias

Read Previous

I Encontro de Mulheres de Bragança

Read Next

Agenda 2020 do Sintepp. Nossa história contada de outra forma!

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *