SINTEPP Nordeste 1 realiza III Congresso

A Regional Nordeste 1 do SINTEPP realizou no período de  17 a 19 de maio, na quadra de esportes do Educandário Nossa Senhora das Neves, no município de Vigia de Nazaré, seu III Congresso, com a participação de delegados (as) das cidades de Aurora do Pará, Castanhal, Colares, Igarapé-Açu, Inhangapi, Irituia, Ipixuna, Mãe do Rio, Maracanã, Marapanim, Santo Antônio do Tauá, São Caetano de Odivelas, São Domingos do Capim, São Francisco do Pará, Santa Maria do Pará, São João da Ponta, São Miguel do Guamá, Terra Alta, Ulianópolis, além da Sede Vigia de Nazaré.

Este ano a atividade sindical teve como tema central “Resistir aos ataques à Classe Trabalhadora: pela Garantia dos Nossos Direitos”. O Congresso iniciou na manhã da sexta-feira, 17, com a recepção das delegações em um ato público que percorreu as principais vias do centro da cidade, com paradas na Câmara Municipal e Secretaria Municipal de Educação.

Através de faixas e cartazes e nas falas do carro som, educadores (as) buscaram chamar a atenção da sociedade e dos poderes em âmbito federal, estadual e municipal para a gravidade dos cortes na área da educação pública, que afetarão a educação básica e comprometerão o futuro de nossas crianças e jovens.

Outro ponto levantado foi a Reforma da Previdência, que ameaça garantias já conquistadas pela classe trabalhadora, como a diferenciação de tempo de serviço do grupo magistério (que se justifica pela especificidade de trabalho desenvolvido pelo profissional da educação).

III CONGRESSO N1_SINTEPP_17 a 19_05_2019

Já na tarde de 17.05 a programação do Congresso seguiu com o Credenciamento e a Mesa de Abertura, composta por Fernanda Cardoso, coordenadora da Regional N1; Conceição Holanda, coordenadora estadual do SINTEPP; Léia Pinto, coordenadora da Regional N2 de nosso sindicato; Ivana Siqueira, presidente do Conselho Municipal de Educação de Vigia; Patrícia da Silva, representante da Universidade do Estado do Pará; e Heleno Ferreira, coordenador da Subsede de Vigia, que saudaram as (os) congressistas. A mesa contou ainda com a apresentação da “Escola de Música Municipal 31 de Agosto”.

A programação de sexta-feira, 17, continuou com Palestra Magna – “Resistir aos ataques à Classe Trabalhadora: pela Garantia dos Nossos Direitos”, com exposição da professora aposentada e dirigente do Sindicato dos Bancários do Espírito Santo, Rita Lima. O momento foi coordenado por Ivone Brasil (São Miguel do Guamá) e Manoel Messias (São Domingos do Capim).

Para encerrar o 1º dia ocorreu a análise e aprovação do Regimento Interno do III Congresso e do Regimento Eleitoral para a Eleição da nova Coordenação da Regional N1 (com indicação e aprovação dos nomes de Conceição Holanda, Dágila Gleice Santos e Renato Castro para a Comissão Eleitoral), em mesa coordenada por Mauro Borges (coordenação estadual SINTEPP) e Saulo Vieira (São Miguel do Guamá).

NENHUM CENTAVO A MENOS PARA A EDUCAÇÃO 

No sábado, 18, o Congresso da N1 reiniciou pela manhã com a fusão das mesas “Análise de Conjuntura” e “Filiação do SINTEPP a uma Central Sindical”. Coordenado por Keli Araújo (Colares) e Manoel Messias (São Domingos do Capim), o espaço contou com a palestra do coordenador geral do SINTEPP Estadual, Beto Andrade, bem como a intervenção dos representantes das centrais sindicais Central dos Trabalhadores do Brasil/CTB, Alfredo Borges e Intersindical – Central da Classe Trabalhadora, Mateus Ferreira, que dialogaram com o plenário sobre alguns desdobramentos da conjuntura atual, como por exemplo, o desmonte dos sindicatos e dos Planos de Cargo, Carreira e Remuneração; o fim do piso salarial do magistério; e da liberdade de cátedra.

Logo em seguida houve a palestra “Reforma da Previdência”, com a colaboração do assessor jurídico do SINTEPP, Paulo Henrique Côrrea e a coordenação dos trabalhos de Elainy Trindade (Inhangapi) e Léia Pinto (Regional N2 SINTEPP).

Além de detalhar o processo de reformas previdenciárias no país, o advogado respondeu, após o intervalo do almoço, as dúvidas das (os) delegadas (os) ao congresso da N1 sobre a reforma de Bolsonaro, que em fevereiro anunciou alterações na regra atual de aposentadoria de professores (Idade Mínima: não há. Tempo de Contribuição: 25 anos para mulheres e 30 anos para homens), propondo a Idade Mínima: 60 anos para homens e mulheres e o Tempo de Contribuição de 30 anos para homens e mulheres; impondo aos professores no Regime Próprio (servidores) ainda mais 10 anos no serviço público, e cinco anos no cargo.

O encontro computou também os seguintes Grupos de Interesses/Grupos de Trabalho: I – Mulheres; II – Negras e Negros; III – Funcionários de Escola; IV – LGBTQIA+, respectivamente coordenados por Joyce Rabelo (SINTEPP/Marabá), André Luis Assunção (UFPA/Castanhal), Mauro Borges (SINTEPP Estadual) e Geisianne Dias (OLIVIA). Concluídos os trabalhos nos GT’s, os relatores apresentaram as resoluções aos (as) congressistas em mesa coordenada Álvaro Nazareno (Colares) e Vilma Soares (Irituia).

Posteriormente, a Comissão Eleitoral apresentou a chapa única inscrita para a composição da nova da Coordenação Regional Nordeste 1 do SINTEPP, sendo a mesma eleita pela ampla maioria das (os) delegadas (os), com registro de abstenções e declarações de votos.

Veja abaixo a nova Coordenação da Regional Nordeste 1 do SINTEPP:

COORDENAÇÃO GERAL

Ediana Melo (Castanhal)

Álvaro Oliveira Colares

SECRETARIA GERAL

Manoel Messias (São Domingos do Capim)

Maria Gracilene (São Miguel)

SECRETARIA DE FINANÇAS

Fernanda Cardoso (São Caetano de Odivelas)

Luciana Quintal (Castanhal)

SECRETARIA DE FORMAÇÃO

Paulo Roberto (Castanhal)

Anderson Carrera (Igarapé-Açu)

SECRETARIA DE PREVIDÊNCIA

Adílio Mendes (São Francisco do Pará)

Paulo Neto (Maracanã)

SECRETARIA DE EVENTOS

Maria De Nazaré (Vigia)

Ana Cláudia (Marapanim)

SECRETÁRIA DE FUNCIONÁRIOS

Jonnyellen Oliveira (Irituia)

Ademilton Silva (São Domingos do Capim)

SECRETARIA DE COMUNICAÇÃO

Saulo Ribeiro (São Miguel do Guamá)

André Silva (Irituia)

SECRETARIA DE ASSUNTOS JURÍDICOS

Keli Araújo (Colares)

Jonivaldo Castro (Mãe do Rio)

SECRETARIA DE GÊNERO/SEXUALIDADE

Júlio Neto (Terra Alta)

Ivone Brasil (São Miguel do Guamá)

SECRETARIA SAÚDE DO TRABALHADOR

Bianca Soeiro (São Francisco do Pará)

Renê Ribeiro (Ulionópolis)

SECRETARIA DE MEIO AMBIENTE

Jerolomari Malcher (Marapanim)

Alfredo Borges (São Miguel do Guamá)

SECRETARIA DE DIREITOS HUMANOS

Leida Portela (Aurora do Pará)

Graciete Palheta (Santo Antônio Do Tauá)

SECRETARIA DE CAMPO E RIBEIRINHO

Renato Silva (Mãe do Rio)

Olga Duarte (São Caetano de Odivelas)

SECRETARIA ETNO/RACIAL

Márcia Elainy (Inhangapi)

Allan Pereira (São João da Ponta)

SECRETARIA DE ASSUNTOS EDUCACIONAIS

José Pires (Ipixuna)

Arcilene Chaves (Santa Maria do Pará)

SUPLENTES COORDENAÇÃO REGIONAL

Aelen Cristina Oliveira (São João da Ponta)

Edimar Costa (Inhangapi)

Rosely Nascimento (Aurora do Pará)

Anizete Ramos (Santo Antônio do Tauá)

Nazaré Rodrigues (São Miguel do Guamá)

José Altevir (São Miguel do Guamá)

Reginaldo Soares (Igarapé-Açu)

Marcelo Paiva (Igarapé-Açu)

CONSELHO FISCAL

Paulo André Gomes (São Francisco do Pará)

Claudecir Barroso (Castanhal)

Antônio Aílton (Irituia)

SUPLENTES CONSELHO FISCAL

Bruna Pinheiro (Mãe do Rio)

Maria Selma  Nunes (Irituia)

Paulo Sérgio Borges (São Domingos do Capim)

Seguindo este importante instrumento de lutas e deliberações sindicais, os (as) congressistas, em mesa coordenada por Álvaro Nazareno (Colares) aprovaram o Plano de Luta e Moções, e analisaram a Prestação de Contas da Gestão (no período de 2017-2019) exposta pela coordenação de Finanças N1, Raimunda Braga e a contadora Érika Patrícia.

A cidade de Castanhal foi eleita como o local para realização do próximo Congresso. O credenciamento do III Congresso da N1 contabilizou entre delegadas (os), observadores (as) e colaboradores (as) 210 participantes. Portanto, a Regional agradece aos municípios pela dedicação em organizar nossa entidade pela base num momento de desatrelamento dos direitos trabalhistas e políticas educacionais.

Ousando Lutar, Ousamos Vencer!

Clique aqui para ver imagens do III Congresso da Regional Nordeste 1 SINTEPP.

 

netozip

Read Previous

Novas agressões e ameaças nas Escolas de Belém

Read Next

14 DE JUNHO: GREVE GERAL