Prestação de contas do 3º trimestre de 2018

A Coordenação Estadual do Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras em Educação Pública do Pará – SINTEPP, vem através deste, apresentar a sua Prestação de Contas do 3º Trimestre (julho, agosto e setembro) do ano de 2018. No que se refere a estas Demonstrações, queremos prestar os seguintes esclarecimentos:

1 – Estes Demonstrativos Financeiros foram elaborados em Regime de Caixa, ou seja, reconhecem as Receitas e Despesas no momento de seu recebimento ou pagamento;

2 – As Receitas representam: a arrecadação dos filiados estaduais – SEDUC, a arrecadação dos filiados estaduais aposentados – IGEPREV, a arrecadação dos filiados municipais de Belém – SEMEC, a arrecadação dos filiados municipais dos demais municípios, os depósitos não identificados, os repasses municipais das Subsedes, o imposto sindical dos filiados municipais e os rendimentos de aplicação financeira;

3 – Vale lembrar que do total da arrecadação financeira do SINTEPP é feito uma divisão estatutária: 60% é repassado às Subsedes, 15% às Regionais e 25% ficam com a Coordenação Estadual. Somente do caso da arrecadação da SEMEC é que a Coordenação Estadual fica com 85% e repassa 15% para a Regional Metropolitana, uma vez que assume todas as despesas de mobilização do município de Belém;

4 – As Subsedes que aparecem nestes demonstrativos são aquelas em que a arrecadação dos filiados municipais é feito diretamente na conta da Coordenação Estadual, ou nos casos em que a Subsede depositou o percentual da arrecadação municipal diretamente na conta da Coordenação Estadual e repassou para o e-mail da tesouraria o comprovante, para a devida identificação. Caso contrário, esses depósitos irão para a conta de Depósitos não identificados. O nome da Subsede só aparecerá no Demonstrativo, no mês em que a mesma efetivou o depósito, mesmo que esses valores sejam referente a vários meses;

5 – As despesas estão divididas em: Despesas Operacionais, necessárias para o funcionamento da sede da Coordenação Estadual; Despesas Estatutárias, ou seja, aquelas previstas em nosso Estatuto e as Despesas Financeiras;

6 – Além das despesas, temos também os investimentos que a Coordenação Estadual faz para a melhor demanda das necessidades do sindicato, como por exemplo: a compra de equipamentos, materiais de informática, manutenção de imóveis e veículos, etc;

7 – Em se tratando de investimento, a Coordenação Estadual fez uma Aplicação Financeira de parte de nossa arrecadação, com o objetivo de fazer uma reforma e ampliação na sede administrativa da Rua 28 de setembro. O engenheiro contratado, após avaliação do prédio, orientou pela demolição do mesmo. Posteriormente, apresentará o projeto da nova sede administrativa do SINTEPP.

Maria da Conceição Holanda Oliveira
Coordenadora Estadual de Finanças

netozip

Read Previous

Valor do piso do magistério, em 2019, deverá ser de R$ 2.557,73

Read Next

Frente Norte e Nordeste pela educação e pelos precatórios do Fundef é lançada em São Luís