Nota de solidariedade e repúdio – Greve RJ

O Sintepp vem a público demonstrar solidariedade e apoio aos trabalhadores em educação do Estado do Rio de Janeiro (RJ) e ao SEPE que permanecem em greve pela não demissão de servidoras (es) e pelo pagamento integral de salários.
O movimento paredista iniciado em março vêm enfrentando a truculência do governo de Pezão e Dorneles, que mesmo diante da plena disposição do Sindicato e das (os) educadoras (es) em manter as negociações resolveu aplicar o corte de ponto.
Expomos ainda nosso repúdio e indignação pela ação vil da polícia militar do RJ, direcionada pelo governo, que durante um ato pacífico realizado no último dia 30.06 no Tribunal de Justiça agil de forma repulsiva contra os manifestantes, deixando diversos civis feridos. Pelo menos três educadores e um estudante secundária tiveram que ser levados para hospitais da região, dentre estes o professor paraense Pedro Mara, que faz parte do quadro funcional dos servidores daquele Estado.
Ressaltamos portanto que não vemos necessidade de tamanha truculência e insistimos que este modelo de polícia não nos protege, nos aterroriza. Por isso nossa missão de educar criticamente é incansável. Vale lembrar que em sua maioria os filhos destes policiais são educados por nossos colegas, e que estes profissionais são igualmente massacrados por essa política de governo e partem para cima de civis nas áreas menos abastadas enquanto a elite se perpétua no poder. E é mais que urgente que se rompa com este ciclo de violências e violações de direitos.
Não aceitaremos calados a retirada de direitos, e reiteramos ao SEPE e aos educadores do RJ nosso apoio e solidariedade nesta luta pela valorização da educação no estado do Rio de Janeiro.

Fotos: Divulgação Facebook.

Geisi Dias

Read Previous

NOTA DE REPÚDIO CONTRA AÇÃO CRIMINOSA DO PREFEITO LUIS CARLOS PIES (MARABÁ)

Read Next

Educar para a dignidade – ECA 26 anos