Escola do Outeiro paralisa atividades por falta de segurança

Comunidade escolar e Servidores/as da Escola Estadual do Outeiro, em Belém, entraram em contato com o Sintepp e informaram que decidiram paralisar as atividades escolares até que o governo Jatene reforce a segurança na escola.

A escola, fundada há mais de 60 anos, padece nos últimos dois anos com o abandono do poder público. Só neste intervalo de tempo há registros de mais de 50 assaltos na área. “Temos vários boletins de ocorrências, encaminhados para a Seduc inclusive. Algumas vezes não foi possível registrar o BO porque a Delegacia de Polícia não funciona para a demanda que é aproximada de uma Comarca”, comentou um funcionário da escola que teme outros modos de violência como agressão aos professores e pessoal de apoio.

Esse tipo de violência não ocorre só na Escola do Outeiro, mas sim em todas as escolas da Ilha, inclusive os bandidos mandam bilhetes avisando das suas ações.

No último dia 26|04 novamente a Escola foi alvo de assaltos, como divulgou o site ORM. Leia mais: http://www.ormnews.com.br/noticia/escola-estadual-de-outeiro-e-assaltada-pela-50-vez

Sintepp Sindicato

Read Previous

Categoria faz greve na rede municipal de Conceição do Araguaia

Read Next

Nova Timboteua aprova estado de greve

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *