Trabalhadores em educação do estado pedem a saída de Helenilson Pontes

IMG-20150424-WA0002

Categoria lança a campanha Fora Helenilson

Os (as) trabalhadores (as) em educação da Rede Estadual aproveitaram o domingo, 26, para lançar a Campanha Fora Helenilson e esclarecer à população os motivos de manutenção da greve, que ontem (25) chegou há um mês graças a incapacidade do governo Jatene (PSDB) de flexibilizar as negociações com o Sintepp. A atividade ocorreu durante a manhã na Praça da República, em Belém.

O governo utiliza seu poder econômico para custear a mídia burguesa na tentativa de confundir os educadores e manipular a sociedade. No entanto as mentiras de Jatene|Helenilson serão desmascaradas.

A categoria está fortalecida e analisa de forma miniciosa as propostas dialogadas pelo sindicato durante as reuniões com o governo. O Comando de Greve informa que não está medindo esforços para alcançar um consenso que garanta a não retirada sumária de direitos como propõe o governo.

Diante das imposições do poder público, o Sintepp convoca os trabalhadores a participarem das atividades da greve. Afinal cabe aos educadores deliberarem pela continuidade ou não da paralisação.

O quadro de greve aponta manutenção da paralisação em cerca de 94% das escolas da capital e suspensão das aulas em 122 municípios, mesmo diante da ameaça de corte de ponto e contração de temporários.

O Sintepp esclarece que a desembargadora Gleide Moura não acatou ao pedido de abusividade da greve proposto pelo governo. Portanto, a Assessoria Jurídica do sindicato já protocolou junto ao TJE mandado de segurança a fim de resguardar o direito constitucional dos trabalhadores de lutarem por melhores condições de trabalho sem retaliações ou assédio moral, pois contratar trabalhadores para assumirem as tarefas educacionais, além de antipedagógico configura-se como violação aos direitos trabalhistas.

Participaram da atividade deste domingo em Belém os municípios de Ananindeua, Marituba, Castanhal, Altamira e Salinas. As demais subsedes organizaram atividades regionalizadas.

Fique (a) atento (a) a agenda da greve. Mobilize seus colegas:

27|04 (SEGUNDA)

REUNIÕES DISTRITAIS (Belém)

DAMOS, 09h – EE. HONORATO FILGUEIRAS

DAENT, 09h – EE. CORDEIRO DE FARIAS

DABEL, 09h – EE. DEODORO DE MENDONÇA

DABEN, 09h – EE. RAIMUNDO VIANA

DASAC, 09h – EE. JOSÉ ALVES MAIA

DAGUA, 09h – EE. ZACARIAS DE ASSUNÇÃO

DAICO/DAOUT, 9h – EE. PALMIRA GABRIEL

28|04 (TERÇA)

8h

Ato público, em frente ao Hangar (Av. Dr. Freitas)

29|04 (QUARTA)

9h

Assembleia geral, EE. Cordeiro de Farias

Sintepp Sindicato

Read Previous

Categoria diz não a proposta de redução de salários de Jatene|Helenilson

Read Next

Sinjor e Sintepp unem-se contra a violência

6 Comments

  • O Helenílson Pontes, no mínimo, deveria ter tomado conhecimento das últimas negociações entre Sintepp e governo, antes de tomar essas medidas agressivas contra a categoria como a redução de salário via redução de carga horária de uma hora para outra. Parece que ele não conhece nada mesmo da realidade educacional do Estado do Pará. Sem professores em sala, não há aulas.

  • Dá nojo de ver esses comerciais e notícias tendenciosas da Tv Liberal. Dá vontade de jogar uma bomba lá dentro dessa maldita emissora. Deveríamos fazer como acontece em São Paulo e partir para o extremo e para cima desses representantes desse governador irresponsável, mentiroso de uma figa. Ele contrata mulheres carinhas de senhoras sérias para falar mentiras por dinheiro na Tv Liberal, quando na verdade são umas tremendas mentirosas e mercenárias, dignas de um papel de vilã na série Game of Thrones. O pior que o povo acredita e nos chama de vagabundos, quando apenas somos formadores de opiniões e decisões.

  • Sempre me perguntei; por que o Sintepp não dá o troco e responde com sabedoria e verdade, também em horário nobre, aos avisos mentirosos da TV Liberal em uma outra emissora?

  • Eu topo, é só marcar que estarei lá. Só que temos que ir preparados com máscara.

  • Sérgio, o SINTEP PA não deve fazer isso não, porque estaria sustentando ainda mais essa imprensa tendenciosa que sempre bajulou governador. Agora o que o nosso sindicato já deveria ter feito era entrar com ação em Brasilia, porque com essa justiça do Pará manchada pela cor amarela do PSDB nós nunca ganharemos nada. Chega de deixar fazer esse doido cometer tanta trapalhada com a nossa categoria!!! Outra coisa, não devemos nos preocupar com os que os outros falam, pois a voz do povo é a voz do sistema, nós temos que ser seguros e defender as nossas ideologias isso sim!

    • É isso mesmo Alessandro, vc está certo, é que às vezes nos deixamos nos levar pelo sentimento de raiva e perdemos o raciocínio lógico. Valeu.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *