Marapanim: ocupação da prefeitura é encerrada, mas luta segue

Os trabalhadores em educação de Marapanim, na Regional Nordeste I do Sintepp, desocuparam o prédio da prefeitura às 20h de ontem. A ocupação iniciada às 13h objetivava obrigar o governo de Edilene de Moraes (PR) a apresentar datas para o pagamento dos salários em atraso.
Amanhã (30) está previsto o pagamento dos professores efetivos, os de apoio devem receber até o próximo dia 20|02, no entanto os temporários seguem sem perspectiva para o recebimento.
A categoria delibou então pela desocupação e manutenção do estado de greve. No dia 03|02 será analisado na Câmara Municipal o pedido expedido pela sociedade civil organizada de cassação da prefeita por nepotismo, improbilidade administrativa e apropriação indébita.
No quadro do governo estão o esposo de Edilene frente à Secretaria de Educação, o filho na Secretaria de Finanças e a filha na Secretaria de Saúde. Também será avaliada a utilização dos recursos do Fundeb na cidade.
A luta segue por:

  • Garantia do pagamento dos salários para os trabalhadores até o 5º dia útil;
  • Imediato pagamento dos salários dos temporários (com atraso de mais de 4 meses);
  • Pagamento imediato dos salários dos efetivos referentes à dezembro|14;
  • Pagamento dos salários do pessoal d apoio até o 30º dia de cada mês;
  • Melhores condições de trabalho.

A Coordenação Estadual do Sintepp acompanha as movimentações no município e parabeniza a coragem dos educadores marapanienses.
Só avança quem luta!
 

Sintepp Sindicato

Read Previous

Jatene não reajusta o Piso nem paga o 1/6  de recesso.

Read Next

Prefeito de Breves dá "cano" nos trabalhadores em educação

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *