Concórdia: prefeito não negocia e categoria decide manter ocupação

Depois demais uma tentativa d negociação sem avanços com o governo de Antônio Maranhão (PSDB) no final da tarde de ontem (19), os trabalhadores em educação do município de Concórdia do Pará, na Regional Baixo-Tocantins do Sintepp decidiram manter a ocupação do prédio da prédio da prefeitura iniciada na manhã desta segunda-feira.
As principais reivindicações são o pagamento dos salários de dezembro, precariedade no transporte escolar e má qualidade na merenda escolar. As evoluções da greve do ano passado cá foram nulas e a categoria está indignada com o descaso do governo com a educação.
Neste momento uma comissão está no Ministério Público (MP) da cidade e conversa com a promotora local. Houve a garantia de bloqueio pela justiça dos recursos da prefeitura para pagamento dos salários atrasados.
O Sintepp já havia preparado ação similar a ser protocolada na comarca, no entanto aguardava o posicionamento do MP. A ocupação está mantida, visto que a tarde está prevista outra reunião com o governo.
A comissão segue daqui a pouco para Bujari para buscar uma audiência com a juíza, caso a mesma se encontre no Fórum. A perspectiva é manter a resistência e não recuar caso não ocorram ganhos reais.
A Coordenação Estadual do Sintepp está no município e acompanha as negociações.
Só avança quem luta!
 

Sintepp Sindicato

Read Previous

Município de Redenção, nota de pesar de Samuel Nunes

Read Next

Marituba: trabalhadores ocupam prefeitura na luta por PCCR

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *