Congressistas remetem o debate de balanço para próximo CER

Diante da impossibilidade de concluir neste sábado (29) o debate de Política Educacional, os (as) delegados (as) aprovaram a realização de seminário estadual específico para debater o tema, com o compromisso de ser reproduzido nas regionais.

Sobre Plano de lutas os (as) congressistas (as) aprovaram por 
consenso a fusão de todas as propostas do caderno de resoluções, com a inclusão das propostas oriundas do painel Combate às Opressões, realizado na sexta-feira (28).
Em relação ao balanço do Sintepp, o tema será remetido ao próximo Conselho Estadual de Representantes (CER). 
Credenciamento
A Comissão Organizadora (CO) do XXI Congresso Estadual informa que a atividade fechou o credenciamento na sexta-feira (28), às 14 h, com 1.107 delegados e 58 observadores, totalizando assim 1.165 participantes.
A CO e a Coordenação Estadual do Sintepp agradecem a participação das seguintes subsedes:
Baixo Tocantins: Abaetetuba, Acará, Barcarena, Bujaru, Concórdia do Pará, Igarapé-Miri, Moju, Tailândia e Tomé-Açu.
Marajó: Anajás, Bagre, Breves, Cachoeira do Arari, Chaves, Melgaço, Muaná, Ponta de Pedras, Portel, São Sebastião da Boa Vista e Soure.
Metropolitana: Ananindeua, Belém, Benevides, Marituba e Santa Isabel do Pará. 
Nordeste I: Aurora do Pará, Castanhal, Colares, Curuçá, Inhangapi, Irituia, Mãe do Rio, Maracanã, Marapanim, Santo Antonio do Tauá, São Caetano de Odivelas, São Domingos do Capim, São Francisco do Pará, São João da Ponta, São Miguel do Guamá, Terra Alta e Vigia de Nazaré. 
Nordeste II: Augusto Corrêa, Bragança, Cachoeira do Piriá, Capanema, Magalhães Barata, Nova Timboteua, Ourém, Peixe Boi, Primavera, Salinópolis, Santa Luzia do Pará, Santarém Novo, Tracuateua e São João de Pirabas.
Oeste: Alenquer, Almeirim, Aveiro, Curuá, Itaituba, Jacareacanga, Monte Alegre, Prainha e Santarém.
Sudeste: Bom Jesus do Tocantins, Curionópolis, Dom Eliseu, Eldorado dos Carajás, Jacundá, Marabá, Nova Ipixuna, Parauapebas, São Geraldo Araguaia e São João do Araguaia.
Obs: A subsede de São Domingos do Araguaia adiou sua vinda depois do trágico acidente que vitimou a profª Ruth Souza e mais quatro pessoas de sua família na noite de 25.11.
Sul: Bannach, Floresta do Araguaia, Pau D’arco, Redenção, Rio Maria, São Félix do Xingu, Sapucaia, Tucumã e Xinguara.
Tocantina: Baião, Breu Branco, Cametá, Limoeiro do Ajurú, Mocajuba, Novo Repartimento, Oeiras do Pará e Tucuruí.
Xingu: Altamira, Anapú, Brasil Novo, Gurupá, Medicilândia, Pacajá, Porto de Moz, Uruará e Vitória do Xingu.
Fica ainda uma saudação especial às entidades da classe trabalhadora, sindicatos e associações que lutam a favor da educação pública representadas neste congresso por CNTE, INTERSINDICAL, CUT, CSP – CONLUTAS, UNIDOS PRA LUTAR, CTB, ADUFPA, ANDES, SINDTIFES e DCE-UNAMA. 
“Realizar uma atividade política dessa dimensão requer coragem e acima de tudo organização, afinal em mais de 31 anos de história do Sintepp nosso maior desafio sempre foi o combate aos desmandos dos governos. Apesar dos problemas de infraestrutura no Congresso saímos fortalecidos e renovamos de nosso compromisso com a defesa de uma educação pública com qualidade social”, concluiu Mateus ferreira, coordenador geral do Sintepp. 
Acesse nossas mídias
Site: sintepp.org.br
FB: Sintepp Estadual (Comunidade)
Twitter: @Sintepp
Youtube: Sintepp (canal)
Email: sintepp@sintepp.org.br/comunicacao@sintepp.org.br

 

Sintepp Sindicato

Read Previous

Propostas de resoluções confirmam o compromisso com a democracia interna do Sintepp

Read Next

XXI Congresso Estadual do Sintepp aprova relatório da comissão de ética que recomendava expulsão de dois dirigentes de Xinguara

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *